UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (144)

O PORTO EM IMAGENS (9)               ILHA DA BELA-VISTA   FEIRA DO LIVRO DO PORTO DE 2016

Fonte: UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (144)

Posted in Uncategorized | Leave a comment

UMA CARTA DO PORTO – por José Magalhães (1)

De volta em volta pelo Porto e arredores . Dei por mim a revisitar a minha cidade a meio deste Verão, no calor de Julho e de Agosto. Tenho o privilégio de sempre ter vivido na parte ocidental do Po…

Fonte: UMA CARTA DO PORTO – por José Magalhães (1)

Posted in Uncategorized | Leave a comment

IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (75)

ONDAS ENORMES BATEM NO FAROL   Ondas enormes batem no farol.   Sentado na esplanada Do castelo da Foz Olho o mar Por entre camadas de sol E de nuvens de água feita em nada.   Ouço da…

Fonte: IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (75)

Posted in Uncategorized | Leave a comment

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (143)

O MENINO E O PAPAGAIO I A vontade comandava-lhe o sonho e este regia-lhe a vida, que nunca fora fácil nem doce nem bonita, e enquanto pensava olhava a sua mão frágil que com a guita bem esticada se…

Fonte: UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (143)

Posted in Uncategorized | Leave a comment

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (58)

PINGO, MEIA DE LEITE, GALÃO, E TORRADAS, BIJOU OU DE FORMA Na minha juventude frequentava diariamente os cafés da minha cidade. O Diu, o Fonte da Moura, o Ceuta, o Piolho, o Moreira, a confeitaria …

Fonte: UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (58)

Posted in Uncategorized | Leave a comment

IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (74)

CONFORME O TEMPO PASSA     Conforme o tempo passa E envelheço, Rejuvenesço E sinto-me igual a ti Perdendo-te e encontrando-te Esquecendo as curvas do teu corpo E relembrando as perigosas …

Fonte: IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (74)

Posted in Uncategorized | Leave a comment

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (142)

INCÊNDIOS Toda a gente sabe porque há tantos incêndios em Portugal. Portugal será, em termos absolutos, o país com maior área de eucaliptal plantado em toda a Europa e, devido às mais variadas circ…

Fonte: UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (142)

Posted in Uncategorized | Leave a comment