Monthly Archives: December 2016

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (162)

O PORTO EM IMAGENS (18) DEVESAS – CAMPANHÃ – S BENTO – RIBEIRA                   NO ANO PASSADO FOI ASSIM!   E NESTE ANO… &… Fonte: UMA CARTA DO PORTO – Por José … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (161)

O PAI NATAL E O MENINO JESUS Tenho de começar por dizer que não gosto do Pai Natal. Desde que entrou na minha vida, já lá vão mais de trinta anos, que, aos poucos, a minha aversão ao personagem foi… … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (87)

QUASE NÃO VI Sentado no chão Do lado de lá, Costas de encontro à porta cerrada Sufoco Sem rumo ou solução Ansiando o outro lado O de cá. Abraço os joelhos Abraço a vida e os meus receios Sem vontad… … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (160)

O PORTO EM IMAGENS (17)                   Operação de Reabilitação de Campanhã – Estação   Novo Pólo das Marionetas em Campanhã    … Fonte: UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (160)

Posted in Uncategorized | Leave a comment

IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (86)

EM DIRECÇÃO AO FIM As pessoas passam Repassam Com andar parado Desapontado De uma forma invulgar Caminham para o lugar Que é de todos Para todos Seguem cegas Na sua entrega Famintas Indistin… Fonte: IMAGEM E POESIA – Por José … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (159)

A CAPELA DA FONTE DA SENHORA   Quem passa pela rua de Bonjóia, e é muito pouca gente, não pode deixar de reparar numa minúscula capela, muito bem arranjada, e num obelisco que lhe fica ao lado… Fonte: UMA CARTA … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (158)

A FONTE DA PRAIA DO OURO     Lordelo do Ouro, integrada na cidade do Porto em 1836, é uma Freguesia cheia de declives acentuados, bordejada pelo rio Douro e com o mar ali à beira. A sua s… Fonte: … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment